Início
NOTÍCIAS
09/03/2020
Defesa de Valdecir apresenta atestado médico e servidor não comparece
Câmara Municipal de Cuiabá

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada para investigar o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), recebeu nesta segunda-feira (09.03) um atestado médico do servidor Valdecir Cardoso de Almeida para justificar a sua ausência na oitiva marcada para esta manhã. Com isso, o depoimento dele foi remarcado para o dia 18 de março.

O atestado médico foi protocolado pela defesa de Valdecir à CPI do Paletó. Além do documento, a defesa relatou que o servidor se encontra com problemas de saúde, com sintomas de febre, mal-estar e diarreia. Valdecir, inclusive, teria recebido atendimento médico na noite anterior ao seu depoimento, o que inviabilizou sua ida à comissão.

Embora o atestado esteja assinado por um médico, não há diagnóstico da possível doença de Valdecir.  “Foi protocolado agora de manhã, pela sua advogada, o prontuário de atendimento do senhor Valdecir na UPA Morada do Ouro. Na data de ontem, às 21 horas, ele foi atendido naquela unidade de saúde. Em virtude disso, dos sintomas que são relatados, ele não poderia estar presente na oitiva hoje”, disse o vereador Marcelo Bussiki (PSB), presidente da CPI.

Apesar da ausência hoje, a oitiva de Valdecir ainda vai ocorrer. Já foram ouvidos o ex-governador Silval Barbosa, e seu ex-chefe de gabinete, Silvio Corrêa. Ambos já confirmaram que os maços de dinheiro que Emanuel Pinheiro aparece recebendo, em vídeo gravado, seria propina para que Emanuel apoiasse os projetos do Executivo na época em que era deputado estadual.

O vídeo foi gravado por Silvio Corrêa com o auxílio de Valdecir, que foi o responsável por enquadrar a câmera que flagrou o dinheiro no paletó. Em razão da importância de Valdecir no contexto da "cena do paletó", a oitiva dele foi remarcada para o dia 18 de março, de modo a não atrapalhar a agenda de trabalho da comissão, de acordo com Bussiki.

“A defesa solicitou que fosse remarcada a sua oitiva no prazo de sete dias. Como já tem uma oitiva marcada, do ex-secretário Alan Zanata, a comissão entendeu melhor marcar a oitiva para a quarta-feira, para ele vir aqui fazer os esclarecimentos relacionados à participação dele na instalação da câmera e o que ele presenciou no dia daquelas filmagens”, disse.

Ainda segundo Bussiki, o depoimento de Valdecir é fundamental, pois ele protocolou em cartório uma declaração em que dizia que o dinheiro pago a Emanuel não seria propina, mas pagamento de pesquisas eleitorais feitas pelo irmão do prefeito, Marco Polo Pinheiro.

Essa declaração de inocência foi protocolada assim que o vídeo em que Emanuel Pinheiro aparece foi divulgado em rede nacional.  “Ele declarou que Emanuel Pinheiro seria inocente e que o dinheiro não seria de propina. Por isso, é importante a presença do Valdecir aqui. Precisamos ouvi-lo novamente”, encerrou Bussiki.

Além de Bussiki, também fazem parte da comissão os vereadores Toninho de Souza (PSD) e Sargento Joelson (PSC), relator e membro da CPI, respectivamente.  Ao todo, a CPI tem um prazo de 120 dias para a conclusão do seu trabalho.


Assessoria de Imprensa do vereador Marcelo Bussiki


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
11/08 - CCJR analisa 11 matérias durante 20ª reunião ordinária realizada nesta quinta-feira
11/08 - Vereador se posiciona contra PL que libera caça esportiva em MT: "retrocesso à vida"
11/08 - Projeto que proíbe verba pública em eventos que promovam a sexualização de crianças é aprovado
11/08 - Câmara analisa projetos de lei e pareceres na sessão desta quinta
11/08 - Vereadora cobra luz e água para o Pedra 90 e região
11/08 - Secretária de Saúde atende convocação de vereador e presta contas no TCE
11/08 - Audiência Pública discute a criação e união do Setor III do Três Barras
10/08 - Câmara realiza exposição para celebrar os 50 anos do Palácio Paschoal Moreira Cabral
10/08 - Agora é Lei Semana de Conscientização e Combate ao Preconceito contra as Pessoas Portadoras de Nanismo
10/08 - Nosso Palácio completa 50 anos de história
10/08 - Lei que institui o Fevereiro Laranja campanha de conscientização sobre a leucemia é sancionada
09/08 - Artistas recebem Títulos de Acadêmicos Efetivos da ACILBRAS durante 3º Sarau Cuiabano
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.