Início
NOTÍCIAS
11/05/2022
Tribuna Livre debate sobre doenças inflamatórias em alusão a campanha Maio Roxo
Secom Câmara
As Tribunas Livres da sessão ordinária realizada na última terça-feira (10) foram cedidas para debater sobre a conscientização das doenças inflamatórias. Entre elas a fibromialgia  e em alusão ao Maio Roxo e as doenças inflamatórias intestinais.

Para falar sobre o dia 12 de maio onde é feito a campanha mundial de conscientização da fibromialgia, a presidente  nacional da Associação de Fibromialgia em Mato Grosso (FIBROMT), Carmem Miranda Souza, usou a oportunidade para alertar a importância de políticas públicas que ajudem informar a população sobre essa doença e o amparo às pessoas que desenvolvem a doença que causa dores difusas pelo corpo.

"A fibromialgia não é considerada uma doença incapacitante, mas muitas pessoas se encontram acamadas, precisando de apoio e políticas públicas. Então nós viemos chamar a atenção das autoridades aqui na Casa de Leis" , disse.

Carmem ainda falou sobre a campanha que está colocando em diversos pontos da cidade cores roxas em alusão a ação de conscientização.

"A nossa campanha fibromialgia em holofotes, onde nós estamos iluminando diversos pontos do país na cor roxa, para poder identificar, mostrar que a doença existe . Ela é invisível, mas nós temos a doença e ela maltrata", alerta a presidente. 

O vereador Demilson Nogueira (Progressistas), que fez o convite para a presidente falar na tribuna, também manifestou  a importância dos representantes do Legislativo e da população terem conhecimento desta doença.

"Hoje nós convidamos a Carmem que é representante nacional dos portadores da fibromialgia. Deu conhecimento a essa Casa sobre essa infame doença que traz tantas dores às pessoas. Hoje é uma doença silenciosa, até porque pouco se sabe e muito se sofre", declarou o vereador.

Na segunda Tribuna Livre da manhã, a convite do vereador Rodrigo Arruda e Sá (Cidadania), o servidor público da Secretaria Municipal de Saúde, Anderson Barbalho Ribeiro, falou sobre as doenças inflamatórias intestinais que se não tratadas podem levar ao óbito.

"Aumentou significativamente o número de pessoas com essas doenças inflamatórias, e se não tratadas elas podem vir a óbito ou virar um câncer. Os trabalhos de prevenção vão até o final do mês, mas devemos estar sempre em alerta", explicou o servidor.

Atualmente a Câmara Municipal de Cuiabá tem dois processos em tramitação que visam trazer mais amparo às pessoas portadoras dessas doenças, sendo um deles o Projeto de Lei que institui na capital o atendimento preferencial aos pacientes com doenças inflamatórias intestinais ativas moderadas e graves.

Secom Câmara



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
28/06 - Conscientização da violência contra a pessoa idosa é tema da Tribuna Livre desta terça
28/06 - Lei aprovada conscientiza munícipe a preservar o Rio Cuiabá
28/06 - Tribuna expõe projeto de Revitalização do Centro Histórico de Cuiabá
28/06 - Presidente da Câmara atende mais de 78 bairros com serviços e obras
28/06 - Vereadora propõe discussão sobre a cidadania LGBTQIA+ durante Tribuna Livre
28/06 - Vereadores analisam pareceres na sessão ordinária desta terça-feira
28/06 - Vereador realiza sessão solene alusiva ao Dia do Meio Ambiente
28/06 - Vereadora realiza audiência pública para discutir políticas públicas aos imigrantes
28/06 - Vacinação contra Influenza é ampliada para toda a população cuiabana nesta terça-feira (28)
27/06 - Lei que trata da publicização do fluxograma da jornada do paciente TEA ou outra neurodiversidade é promulgada
27/06 - Agora é lei Semana de Combate à Fome em Cuiabá
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.