Início
NOTÍCIAS
25/10/2010
Pedro Taques recebe Moção de Aplausos
O senador eleito pelo Mato Grosso, República Pedro Taques (PDT) recebe nesta terça-feira (26-10) Moção de Aplausos  da Câmara Municipal de Cuiabá.  O homenagem requerida pelo vereador Adevair Cabral (PDT) será as 9:00 horas  no  plenário das deliberações  e deverá  contar  com a presença de todos   os parlamentares.
No mandato que assumirá em fevereiro no Senado, o ex-procurador da República Pedro Taques (PDT), pretende trabalhar pela reforma política, com prioridade à reforma eleitoral, discutindo questões polêmicas como o voto distrital e o financiamento público de campanha. - Existem promessas para discutir esses assuntos há muito tempo e agora precisamos efetivamente iniciar o debate – afirmou o recém-eleito senador.
Pedro Taques foi o responsável por denunciar diversos crimes, autoridades, grandes empresários e ainda políticos envolvidos em organizações criminosas. O ex-procurador da República concluiu o curso de direito na Universidade de Taubaté (SP) em 1992, em 1993 aprovados em concurso, é empossado procurador do Estado de São Paulo. Em 1995 também através de concurso entra para o Ministério Público Federal, atuando em Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC), em Agosto de 1996 é transferido para Mato grosso, onde oficiou até 2004.
No ano de 1997 período que o Ministério  Público Federal descobriu  a existência de um,a quadrilha que agia em toda a Amazônia Legal, numa investigação que ficou conhecida como o caso Sudam e também nesse ano começou a investigar  operações em Mato Grosso”Taques nunca se esquivou de suas responsabilidades como procurador e, por isso, participou, voluntariamente, de  vários júris de crimes bárbaros”,  disse   vereador.
Em 2002 Taques participou de um curso sobre lavagem de dinheiro e combate à organização criminosa, em Washington (EUA). No mesmo ano, a Operação Arca de Noé foi montada. Em 2003 culminou com a punição dos criminosos. Em 2004 é promovido a Procurador Regional da República, em São Paulo, sendo voluntário no maior júri da história  e que condenou  um Delegado Federal responsabilizado por morte de um outro delegado que investigava crime de extorsão.
“Finalmente em 2010 num ato de coragem, bravura, mas principalmente de cidadania, Taques decidiu enfrentar as mazelas da política. Pediu exoneração do MPF em 23 de Março para lançar candidatura a senador pelo PDT. Hoje eleito tem, o apoio deste legislativo e deste vereador”, afirma  Advair.
Roseli Cordeiro

Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
14/12 - Projeto de Bussiki que dedica mês ao enfrentamento do tráfico de pessoas é aprovado
14/12 - Cuiabá 300 anos: revitalização da Praça Maria Taquara
14/12 - Câmara aprova projeto de Bussiki que regulamenta a hospedagem de crianças e adolescentes
13/12 - Adélia Galvão, futura Primeira Dama, afirma que sua atuação será marcada por atividades sociais
13/12 - EMPRESA CUIABANA: Abilio denuncia grupo de “explorar” a saúde do Estado
12/12 - Toninho de Souza visita Praça do CPA 4 que receberá emenda de R$150 mil do parlamentar para reforma
12/12 - Evento no Plenário marca descerramento da placa que homenageia Moisés Martins
12/12 - Dr. Xavier quer bairros da capital com redutores de velocidade
12/12 - Bussiki homenageia pessoas que ajudam a disseminar a mensagem bíblica
12/12 - Vereadores recorrem ao TCE para suspender lei aprovada irregularmente
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.