Início
NOTÍCIAS
12/08/2013
Oséas confiante na reativação da Escola Agrícola do Aguaçu
Otmar de Oliveira
No que depender do empenho do vereador Oséas Machado, PSC, a comunidade do Aguaçu (Cuiabá) poderá contar brevemente com mais um núcleo educacional: a escola agrícola. O parlamentar tem cobrado do Executivo Municipal providências urgentes no sentido de que sejam viabilizadas reformas e a reativação das atividades pedagógicas naquela unidade rural. A escolinha fica localizada à entrada da sede do distrito. Oséas também salientou a importância desse núcleo como motivação de permanência do trabalhador campestre na sua origem.

"O êxodo rural acontece justamente por falta de expectativas promissoras de subsistência no campo. E quem vive da labuta diária na enxada sabe disso. Por outro lado, muitos já visualizam se formar em cursos que os tornem tecnicamente preparados para trabalhar em suas propriedades e ganhar maior independência produtiva, com melhor qualidade e em maior quantidade. Principalmente os jovens, sempre imbuídos de entusiasmo para vencer. A Escola Agrícola do Aguaçu pode oferecer isso".

Machado ainda informou que já esteve em reunião com os comunitários de Aguaçu para discutir quais seriam as formas mais viáveis de sensibilizar o Executivo sobre esse assunto. "Iniciamos uma rodada de discussões. Mas ´pretendo voltar outras vezes mais. E enquanto a Prefeitura não atender esse pleito, continuarei cobrando. Conforme salientei, o distrito do Aguaçu necessita muito dessa escola, infelizmente abandonada há anos, com toda a estrutura física depredada. A parte patrimonial, em termos de móveis e equipamentos elétricos e hidráulicos, os ladrões já levaram".

O vereador diz não entender por qual motivo nenhum gestor do Palácio Alencastro atendeu essa reivindicação dos moradores do Aguaçu até agora. "Capacitar os trabalhadores do campo com cursos que possibilitem a melhoria da produção seria uma de suas utilidades. Mas ela {escola} tem capacidade para desenvolver também uma gama de atividades sociais de grande valia para a comunidade daquele distrito".

A instituição tem capacidade para comportar até 300 alunos, informou o parlamentar do PSC. "Em sua maioria, é gente dali mesmo, do Aguaçu, Guia e adjacências. Está faltando interesse dos gestores que passaram pelo Alencastro para que essa unidade volte a ser presença útil na região. Tenho esperanças de que a atual administração se empenhe para atender este apelo comunitário".

O parlamentar também solicitou a finalização asfáltica do trecho que liga o Aguaçu à rodovia (MT 401) e, consequentemente, a Cuiabá. "Falta um pequeno trecho para que isto aconteça, menos de três quilômetros. A população tem sofrido problemas sérios de saúde ao enfrentar a massa poeirenta nos seus deslocamentos. Sem falar no pó de cimento que se acumula à poeira natural. Levanta voo fácil quando qualquer carro passa por ali".

João Carlos Queiroz Secom/Câmara


Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
20/10 - Câmara cumpre lei trabalhista
20/10 - NOTA À IMPRENSA
20/10 - Associação cobra fortalecimento da rede em prol da adoção
19/10 - Pauta desta quinta-feira apresentou cinco proposituras
19/10 - Vereador Orivaldo da Farmácia reúne-se com Prefeito por asfalto no Jd. Industriário II
19/10 - As duas sessões da Câmara passam acontecer às terças-feiras sem interferir no tempo de duração
19/10 - Câmara de Cuiabá promove orientação aos servidores sobre o Câncer de Mama
18/10 - NOTA DE ESCLARECIMENTO
18/10 - Prefeitura de Cuiabá pega “carona” em projetos, dispensa licitações, dando margem a ações para corrupção, alerta representante de ONG nacional
SESSÃO AO VIVO
INFORMES

Câmara Municipal de Cuiabá - Praça Moreira Cabral
Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Todos os direitos reservados © 2013 - Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:30hs às 13:30hs.