Início
NOTÍCIAS
06/07/2015
LDO de 2016 já conta com 12 emendas
Luiz Alvez - Secom.
Audiência pública para debater LDO.
A Câmara de Cuiabá realizou na manhã desta segunda-feira (06) a terceira e última audiência pública para apresentação e debate da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) do próximo ano. O relatório final deve ser entregue pela Comissão de Acompanhamento, Fiscalização e Execução Orçamentária no próximo dia 12.

A informação é do vereador Oseas Machado (PSDC), relator do processo. De acordo com ele, os parlamentares têm até o dia 10 para apresentar emendas. Até o momento, 12 emendas foram propostas. Entre elas, a destinação de recursos para a UPA do Pascoal Ramos.

“A LDO é o intermediador entre o Plano Plurianual (PPA) e a Lei Orçamentária Anual (LOA). Sua função é muito importante, pois estabelece as metas para a elaboração do orçamento. Por conta disso, precisamos nos debruçar sobre ela e exaurir a discussão, por isso a importância de três audiências”, explica Oséas. 

A LDO é tida como a base para a formulação do orçamento do ano seguinte, uma vez que nela já são estabelecidas as receitas e despesas, bem como gastos com pessoal e encargos sociais. 

Os parlamentares devem apreciar e aprovar a peça antes do recesso parlamentar de julho. O documento estabelece para o próximo exercício uma Receita Bruta de R$ 1,936 bilhão.

O montante é inferior do que o estimado para o ano de 2015, que era de R$ 2,04 bilhões. Isto porque, a estimativa deste ano não será concretizada. A expectativa é que o município termine o ano com uma receita bruta de R$ 1,764 bilhão.

De acordo com o secretário de Planejamento de Cuiabá, Guilherme Müller, o estimado não se realizou devido a Receita de Capital, que é aquela oriunda de convênios, utilizadas para fazerem investimentos.

“Nós esperávamos para 2015 R$ 284 milhões em convênios, o que não vai ocorrer. Reavaliamos e nossa expectativa agora é de apenas R$ 82,9 milhões em Receita de Capital. Isso, associado a outros fatores, contribuiu para que a estimativa de receita bruta fosse inferior da estimada para este ano”, explica o gestor.

Em relação às despesas, a LDO prevê para 2016 gastos de R$ 808 milhões com pessoal.  Isso corresponde a 51,3% da Receita Corrente Líquida, que é de R$ 1,573 bilhão. 

Além disso, a base orçamentária prevê o pagamento de R$ 57 milhões correspondentes a juros e amortização de dívidas contratuais da prefeitura. A lei aponta também valor de R$ 149 milhões referentes às despesas com previdência.

A LDO é a tido como a base para a formulação do orçamento do ano seguinte, uma vez que nela já são estabelecidas as receitas e despesas, bem como gastos com pessoal e encargos sociais. A Lei Orçamentária Anual (LOA), por sua vez, deve ser encaminhada ao Legislativo Municipal até o dia 30 de setembro. 

Assessoria de Imprensa - Kamila Arruda.



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
09/08 - Artistas recebem Títulos de Acadêmicos Efetivos da ACILBRAS durante 3º Sarau Cuiabano
09/08 - Vereadora, movimentos e pacientes pressionam contra fechamento de unidade do SAE do bairro CPA I
09/08 - Câmara aprova projetos e pareceres na sessão desta terça
08/08 - Câmara realiza segunda edição da campanha Boa Ação é Doação
08/08 - Escola do Legislativo da Câmara de Cuiabá faz balanço das ações realizadas no 1º semestre de 2022
05/08 - Campanha Boa Ação é Doação arrecada leite materno capaz de alimentar centenas de bebês
04/08 - CCJR analisa sete processos durante reunião realizada nesta quinta-feira
04/08 - Programa Corrente do Bem realizado pela PM foi tema da tribuna desta quinta
04/08 - Câmara aprova requerimentos, Projetos de Lei e pareceres na sessão desta quinta
03/08 - Nota de pesar | Gládius César
02/08 - Nota de pesar | Adriana Catelli
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.