Início
NOTÍCIAS
07/05/2019
Continua falta de remédios no PS vereador Dilemário faz denúncia ao MP
O vereador Dilemário Alencar (PROS) apresentou denúncia ao Ministério Público de Mato Grosso (MPMT) nesta terça-feira (7), encaminhando documentos assinados por médicos que trabalham no Pronto-Socorro de Cuiabá e relatam a continuidade da falta de remédios e insumos básicos.

“É um absurdo essa contínua falta de medicamentos. É preciso uma urgente fiscalização por parte do Ministério Público e do Tribunal de Contas, pois já cobramos diversas vezes o secretário de Saúde quanto a essa falta de medicamentos, mas cada dia a coisa se agrava”, disse o vereador.

Dilemário informa que recebeu documentos assinados por médicos, com data do último sábado (04/05), relatando que está faltando perfurador no centro cirúrgico do Pronto-Socorro, o que tem impossibilitado o atendimento de pacientes com fraturas.  

Os documentos também apontam que está faltando insumos básicos, como luvas, esparadrapo, seringas, sondas e morfina na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Já na UTI pediátrica está faltando diversos medicamentos para atender as crianças. 

“Deixar faltar remédios básicos na UTI Pediátrica e em outros setores vitais é muito descaso e insensibilidade.  Passou da hora dos órgãos de controle ir fundo na fiscalização para saber como está sendo gasto o orçamento da Secretaria Municipal de Saúde, que, junto com a Empresa Cuiabana de Saúde, tem orçamento de quase R$ 900 milhões para este ano. É inadmissível o gestor municipal com todo esse recurso, deixar faltar luvas e seringas no Pronto-Socorro”, pontuou o vereador cuiabano.

O vereador também denunciou o caso ao Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) e disse que vai solicitar que a Mesa Diretora da Câmara atenda requerimento de sua autoria, convocando o secretário municipal de Saúde para dar esclarecimentos sobre a falta de medicamentos.

“Protocolei hoje, junto ao Ministério Público, mais uma denúncia de falta de medicamentos no Pronto-Socorro. Vou protocolar também junto ao conselheiro do Tribunal de Contas responsável pela análise dos gastos da prefeitura. Nas representações solicito que, de forma urgente, seja feita uma fiscalização nos gastos da Secretaria Municipal de Saúde, pois essa contínua falta de medicamentos está inviabilizando o exercício da medicina e colocando em risco a vida de centenas de pessoas todos os dias”, concluiu Dilemário.

Gabriel Soares | Assessoria Vereador Dilemário Alencar



Imprimir Voltar Compartilhar:  




+ Notícias
25/09 - Segunda mulher assume nesta legislatura na Câmara Municipal de Cuiabá
25/09 - Câmara Municipal instala ponto de coleta do Projeto Tampatinhas
24/09 - NOTA DE PESAR
24/09 - Vereadores derrubam veto do Executivo Municipal
24/09 - Dia de Luta Contra Deficiência é lembrado em Tribuna Livre
23/09 - CCJR analisa oito projetos durante reunião ordinária
23/09 - Comissões permanentes fazem reunião conjunta para analisar projetos da área da educação
18/09 - A Comissão de Amparo à Criança, Adolescente e pessoas com Deficiências realiza reunião ordinária nesta sexta
17/09 - Projetos, pareceres e requerimentos são aprovados durante sessão desta quinta
SESSÃO AO VIVO
INFORMES
Praça Moreira Cabral - Centro - s/n - Cuiabá-MT - CEP 78020-010 - Fone: (65) 3617-1500
Desenvolvimento: Secretaria de Comunicação - Todos os direitos reservados © 2018
O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira das 7:00hs às 18:00hs.